PORTO BELO REALIZA SEGUNDO ENCONTRO DE PESCADORES NA PRAIA DO BAIXIO

Na última terça-feira (23), cerca de 50 pescadores locais reuniram-se para o Segundo Encontro de Pescadores no Município de Porto Belo. Organizado pelo Governo Municipal em parceria com a Secretaria da Pesca e com apoio da Fundação de Esportes,

Banco toma terrenos à beira mar em Balneário Camboriú

- Advertisement -

http://https://globoplay.globo.com/v/7292411/

Terrenos à beira de uma das últimas praias desertas de Santa Catarina agora são de propriedade da Caixa Econômica Federal (CEF).

O banco assumiu a posse de cinco áreas à beira da praia de Taquarinhas, em Balneário Camboriú, no Litoral Norte. O espaço de 600 mil metros foi tomado como garantia de um empréstimo que uma construtora da região deixou de pagar ao banco.

A intenção da construtora era fazer um hotel de luxo com várias opções de lazer, mas a área é de preservação permanente, por isso, a empresa enfrentou vários entraves judiciais.

Em nota, a construtora explicou que em função da demora dos órgãos competentes para aprovar o projeto, que se arrastou por mais de 15 anos, considerou mais interessante dar outra finalidade para o imóvel.

A empresa deixou de pagar um financiamento que tinha essa área como garantia e a CEF se apropriou dos terrenos.

A transação imobiliária rendeu para a cidade, em dezembro, R$ 7 milhões em ITBI, que é o imposto municipal pago para transferir a posse.

O banco ainda vai decidir se leiloa, doa ou continua sendo o proprietário dos terrenos. A Prefeitura de Balneário pretende enviar um ofício para os novos donos com uma sugestão.

“A gente entende que aquilo deva ser um parque de preservação ambiental, com uma gestão em parceria, enfim, com acesso controlado. Algo que venha ao encontro da sua preservação e enfim que dê sustentabilidade e manutenção”, diz o secretário de Planejamento de Balneário Camboriú, Rubens Spernau.

Fone NSCTV

Redação
Redaçãohttps://www.instagram.com/folhadoestadosc/
Portal do notícias Folha do Estado especializado em jornalismo investigativo e de denúncias, há 20 anos, ajudando a escrever a história dos catarinenses.
- Advertisement -
Must Read
- Advertisement -
Related News

Isso vai fechar em 20 segundos