PORTO BELO: CÂMARA APROVA CENSO DE INCLUSÃO DE PESSOAS AUTISTAS

Programa Municipal Censo de Inclusão das Pessoas com Deficiências, Transtorno do Espectro Autista e de seus familiares é aprovado pela Câmara de Vereadores de Porto Belo. Evento ocorreu nesta quarta-feira (17), quando o Censo de Inclusão das Pessoas com Deficiências, Transtorno do Espectro Autista (TEA) e de seus familiares foi aprovado pelos parlamentares locais.

BRASIL TEVE MAIS DE 10 ATAQUES A CRECHES E ESCOLAS DESDE 2011

- Advertisement -

GOVERNO DECRETA LUTO OFICIAL DE TRÊS DIAS NO ESTADO

      Na última semana de março, um aluno esfaqueou uma professora e feriu outras dentro de uma sala de aula na capital paulista. Nesta quarta-feira (5), em Blumenau, um homem invadiu uma creche com uma machadinha e matou quatro crianças. Estão hospitalizadas neste momento, dois meninos e duas meninas, e uma outra criança internada porém fora de perigo.
      Em 7 de abril de 2011, um massacre na Escola Municipal Tasso da Silveira, em Realengo, na Zona Oeste do Rio, chocou o país. Na manhã daquele dia, o atirador, um ex-aluno do colégio sem antecedentes criminais, matou 12 crianças, feriu mais de dez estudantes e cometeu suicídio depois.
      Desde então, o Brasil teve ao menos outros 12 ataques em creches e escolas. O mais recente aconteceu nesta quarta-feira (5), quando um homem invadiu uma escola em Blumenau (SC) com uma machadinha e matou quatro crianças. Na semana passada, um aluno esfaqueou e matou uma professora em uma escola da capital paulista.

CRECHE BOM PASTOR – BLUMENAU
      Quatro crianças morreram após serem atacadas por um homem que invadiu a creche Bom Pastor, no Vale do Itajaí, em Santa Catarina, nesta quarta-feira (5). Uma outra criança foi socorrida com gravidade, segundo os bombeiros. Na creche estudavam cerca de 40 crianças.

AUTORIDADES SE PRONUNCIAM
      Em Florianópolis o governador Jorginho Mello se disse chocado com o ataque em Blumenau, e lamentou o ocorrido na creche Bom Pastor. Mello decretou luto oficial de três dias no Estado em memória das crianças mortas.
Em Brasília o presidente Lula disse ser lamentável que fatos como esses continuem a ocorrer no Brasil. Ele também disse estar chocado, especialmente por se tratar de crianças que estavam na escola para estudar e são atacadas e acabaram morrendo.
      Em Blumenau, o prefeito da cidade, Mário Hildebrandt decretou Luto Oficial por trinta dias e se disse muito pesaroso pelo ocorrido. Ele também disse que estava chocado com a barbárie. O prefeito também pediu aos pais de todos os alunos da cidade que busquem seus filhos, e que todas as aulas estão suspensas.

Redação
Redaçãohttps://www.instagram.com/folhadoestadosc/
Portal do notícias Folha do Estado especializado em jornalismo investigativo e de denúncias, há 20 anos, ajudando a escrever a história dos catarinenses.
- Advertisement -
Must Read
- Advertisement -
Related News

Isso vai fechar em 20 segundos