BRASÍLIA: GOVERNADOR DEFENDE DRENAGEM DO PORTO DE SÃO FRANCISCO

- Advertisement -

JORGINHO MELO TAMBÉM PEDIU NOVA PISTA PARA O AEROPORTO DE NAVEGANTES

Em audiência na tarde desta terça-feira, 3, em Brasília, com o novo ministro dos Portos e Aeroportos, Silvio Costa Filho, o governador Jorginho Mello manifestou sua expectativa com a obra de dragagem do Porto de São Francisco do Sul para o aprofundamento do canal externo.
A profundidade do canal de acesso ao complexo portuário da região Norte do estado passará dos atuais 14 metros para 16 metros e permitirá a navegação de embarcações de até 366 metros, que exigem calados de 14 metros.

– Tratamos de diversos assuntos de interesse de Santa Catarina. Mas precisamos aumentar a capacidade do porto. É um investimento de mais de R$ 200 milhões e estamos buscando formas de viabilizar estes recursos – disse Jorginho Mello. O presidente do porto de São Francisco, Cleverton Elias Vieira também participou da audiência.

AEROPORTOS

Quanto ao plano Aeroviário Nacional, o governador lembrou que os aeroportos de Joaçaba e Caçador não estão mais incluídos no planejamento federal, porque requer um alto investimento em infraestrutura, como a construção de terminais, estação de prevenção de incêndio, melhoramentos de pista e equipamentos de navegação. Jorginho Mello pediu que o Governo Federal reavalie a medida e que coloque os aeroportos de volta no plano, visto que foram destinados R$ 13,3 milhões de recursos da SAC (Secretaria de Aviação Civil) para o Aeroporto de Caçador (de um total previsto de R$ 42 milhões) e em Joaçaba foram investidos R$ 16,3 milhões.
Na reunião foi discutida a implantação da segunda pista no Aeroporto de Navegantes. O encontro também contou com a presença do senador Esperidião Amin, com Beto Martins (por vídeo-chamada), secretário de Portos, Aeroportos e Ferrovias de Santa Catarina (SPAF), Vânia Franco, secretária de Articulação Nacional, além de representantes da CCR, concessionária que administra o Aeroporto de Navegantes. Ficou acordado que a concessionária vai avaliar a situação mediante a um ajuste no contrato. No fim da reunião com o ministro Silvio Costa Filho, Jorginho ainda cobrou sobre investimentos no Porto de Itajaí. O ministro se mostrou propenso em ajudar na resolução de todos os temas.

Redação
Redaçãohttps://www.instagram.com/folhadoestadosc/
Portal do notícias Folha do Estado especializado em jornalismo investigativo e de denúncias, há 20 anos, ajudando a escrever a história dos catarinenses.
- Advertisement -
Must Read
- Advertisement -
Related News