BRASÍLIA: INVERNO TERMINA COM ONDA DE CALOR E TERMÔMETROS BATENDO NOS 41ºC

- Advertisement -

ACOMPANHE PREVISÃO PARA AS CAPITAIS

O inverno se despede nesta sexta-feira (22) seguindo a tendência vista ao longo da semana: muito calor, baixa umidade em alguns locais e termômetros registrando altas temperaturas. A estação, que começou em 21 de junho, termina na madrugada de sábado (23), quando começa a primavera, às 3h50 no horário de Brasília.
—- O inverno vai se despedir ainda muito quente. O tempo deve continuar firme, seco e quente em grande parte do país. A umidade do ar pode ficar abaixo dos 20%. E devemos ter chuvas nas extremidades do país – explica Fábio Luengo, meteorologista da Climatempo.
A elevação dos termômetros tem relação direta com o El Niño muito mais rigoroso neste ano e com a Crise do Clima (causada pela emissão de gases de efeito estufa), que torna os eventos climáticos extremos mais comuns.
Apesar do calorão em boa parte do país, há previsão de chuva passageira e fraca entre o litoral do Espírito Santo e o Rio Grande do Norte, e pancadas de chuvas na região Norte. No Sul, principalmente no Rio Grande do Sul, a chuva deve continuar nos próximos dias, provavelmente até terça-feira, e com possibilidade de virar temporal e ocasionar enchentes. Chama muito atenção a elevação dos níveis de rios, alguns estão em nível de alerta ou já passaram das cotas de inundação. A chuva vem com o pacote completo no Rio Grande do Sul e Santa Catarina: pode ter temporal, granizo, fortes rajadas de vento, enchentes, transbordamento.

O CALOR CONTINUA…

Cuiabá, Teresina e Palmas vão liderar o ranking de temperaturas máximas nas capitais nesta sexta-feira (22). Segundo a Climatempo, os termômetros podem chegar a 41ºC, 39ºC e 38ºC, respectivamente. Confira como devem ficar as temperaturas máximas e mínimas em todas as capitais do Brasil nesta sexta, segundo a Climatempo:
Aracaju: 28ºC / 22ºC
Belém: 34ºC / 25ºC
Belo Horizonte: 32ºC / 16ºC
Boa Vista: 33ºC / 25ºC
Brasília: 32ºC / 19ºC
Campo Grande: 37ºC / 23ºC
Cuiabá: 41ºC / 25ºC
Curitiba: 34ºC / 16ºC
Florianópolis: 30ºC / 20ºC
Fortaleza: 34ºC / 25ºC
Goiânia: 37ºC / 21ºC
João Pessoa: 28ºC / 24ºC
Macapá: 34ºC / 25ºC
Maceió: 28ºC / 23ºC
Manaus: 35ºC / 26ºC
Natal: 30ºC / 23ºC
Palmas: 38ºC / 23ºC
Porto Alegre: 26ºC / 20ºC
Porto Velho: 36ºC / 25ºC
Recife: 28ºC / 23ºC
Rio Branco: 36ºC / 24ºC
Rio de Janeiro: 37ºC / 18ºC
Salvador: 28ºC / 23ºC
São Luís: 33ºC / 26ºC
São Paulo: 35ºC / 18ºC
Teresina: 39ºC / 24ºC
Vitória: 31ºC / 19ºC
O calor deve atingir seu ápice no fim de semana. A Climatempo alerta que 11 capitais podem bater o recorde de calor para 2023: Curitiba, São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Vitória, Campo Grande, Cuiabá, Goiânia, Brasília, Palmas e Teresina.

ALERTAS DE PERIGO

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) tem emitido alertas sobre a onda de calor e a baixa umidade do ar. Baixa umidade do ar: 14 estados estão no alerta amarelo (perigo potencial). Significa que eles podem registrar umidade relativa do ar entre 30% e 20% até domingo (24). Onda de calor: pelo menos nove estados estão sb o alerta vermelho (grande perigo). Significa que a temperatura máxima está 5ºC acima da média do mês por mais de cinco dias consecutivos.

Inmet emite alerta vermelho de grande perigo para nove estados até domingo — Foto: Reprodução/INMET

CUIDADOS BÁSICOS

A baixa umidade do ar pode levar a problemas respiratórios, ressecamento da pele, desconforto nos olhos, boca e nariz. O órgão orienta que as pessoas bebam bastante líquido, não façam atividades física, evitem exposição ao sol em horários mais quentes do dia, usem hidratante para pele e umidifiquem o ambiente. Uma opção para amenizar os efeitos do tempo seco, que afeta boa parte do país nesta semana e pode trazer diversos problemas de saúde, é o umidificador de ar. Mas atenção: o seu uso exige cautela. Especialmente nas praias…

Redação
Redaçãohttps://www.instagram.com/folhadoestadosc/
Portal do notícias Folha do Estado especializado em jornalismo investigativo e de denúncias, há 20 anos, ajudando a escrever a história dos catarinenses.
- Advertisement -
Must Read
- Advertisement -
Related News