ITAJAÍ CHEGA AOS 164 ANOS COMO POTÊNCIA DO PRESENTE DE OLHO NO FUTURO

Em comemoração ao aniversário de 164 anos de Itajaí, celebrado neste sábado (15), serão distribuídas cinco mil fatias de bolo à população. O corte do bolo será a partir das 15h, na Praça Vidal Ramos (Marco Zero),

Clínica Reviver de Ibicaré é homenageada pela Assembleia

- Advertisement -


.
A Assembleia Legislativa homenageou, na tarde desta quarta-feira (19), o trabalho voluntário realizado pela Clínica Reviver, de Ibicaré, localizado no Meio Oeste catarinense, mas que já atende pacientes de todo Sul do Brasil. A entidade, que já completou 23 anos de atuação e atendeu mais de seis mil pacientes, tem especialidade voltada para a prevenção, avaliação, diagnóstico e tratamento das dependências químicas.

A homenagem foi uma proposição do deputado Sargento Lima (PSL), que destacou a importância da Assembleia Legislativa reconhecer aqueles que no anonimato fazem um trabalho voluntário como este realizado pela Clínica Reviver. “Um trabalho de 23 anos, meritório, que traz um pouco de qualidade de vida aos cidadãos, por isso nós estamos aqui fazendo essa homenagem.”

Ele lembrou que objetivo maior é agraciar todos os catarinenses que se empenham dentro da iniciativa privada e ao mesmo tempo atendendo o social. “Nossa homenagem é para mostrar que você consegue ser um empresário de sucesso e ao mesmo tempo praticando o bem às pessoas.”

O diretor-geral da Clínica, Rossano Zanchi, agradeceu a homenagem, destacando que a entidade tem como princípio de que o homem é um ser complexo, bio-psico-sócio-espiritual, e que a clínica procura dar o atendimento da forma mais completa, associando diversas técnicas terapêuticas, convencionais e não convencionais, visando o paciente como um todo, onde suas partes integrantes são atendidas de maneira particular, mas associadas entre si.

Ele explica que no Programa de Tratamento o paciente é atendido na crise de dependência e abstinência, visando organizar sua vida dentro da comunidade hospitalar, preparando ele e sua família por meio de atendimentos conjuntos e individuais, denunciando todo o processo da doença e encaminhando-o para a continuidade do tratamento após sua alta.

“Articulam-se todos os procedimentos terapêuticos de forma coesa para se tornar eficiente, formando uma equipe multidisciplinar dentro da unidade de tratamento, disse Zanchi.

Redação
Redaçãohttps://www.instagram.com/folhadoestadosc/
Portal do notícias Folha do Estado especializado em jornalismo investigativo e de denúncias, há 20 anos, ajudando a escrever a história dos catarinenses.
- Advertisement -
Must Read
- Advertisement -
Related News