- Advertisement -
InícioBem-EstarComportamentoComissão do Senado vai investigar se joias foram presente ou propina

Comissão do Senado vai investigar se joias foram presente ou propina

- Advertisement -

SENADOR VAI COM TUDO SOBRE O CASO

Omar Aziz, presidente da CTF do Senado

‘Nunca vi ninguém dar R$ 16 milhões de presente para uma primeira-dama’, afirma o senador Omar Aziz, eleito presidente da Comissão de Transparência e Fiscalização do Senado. Joias de R$ 16 milhões que foram apreendidas com comitiva do governo Bolsonaro. À direita, imagem do momento da apreensão. Recém-eleito para presidir a Comissão de Transparência e Fiscalização, o senador Omar Aziz (PSD-AM) anunciou que o primeiro trabalho à frente do grupo será investigar se os R$ 16 milhões em joias transportados pelo ex-ministro de Minas e Energia Bento Albuquerque eram presentes ou propina.
Segundo reportagem da Globo.com, Aziz pedirá um pente-fino em todos os negócios fechados pelo governo Bolsonaro com o mundo árabe, especialmente com fundos de pensão ligados ao governo da Arábia Saudita. Ele não está convencido de que as joias eram um presente. “Nunca vi ninguém dar R$ 16 milhões de presente para uma primeira-dama. Isso é a versão do Bento Albuquerque, que será investigada”. Além do valor, a forma como as joias foram transportadas também chamam atenção. A própria Receita Federal considera “não usual” o ingresso do suposto presente, num pacote transportado por um membro da comitiva do ministro.
“Os bens não foram declarados, a burocracia não foi acionada, nada foi inventariado ou patrimonializado”, explicou um auditor para a reportagem.
O que a Receita chama de burocracia é uma estrutura azeitada no Itamaraty e no cerimonial da Presidência da República para cuidar de presentes oficiais. Geralmente, o que ocorre são trocas de mimos de baixo valor e que remetem à cultura do país. As autoridades não se envolvem diretamente no assunto. Geralmente, só aparecem para fazer a foto. Quem cuida de tudo é o cerimonial da Presidência e o Itamaraty. Transportar o presente, nem pensar.

- Advertisement -
Redação
Redaçãohttps://www.facebook.com/jornalfolhadoestadosc
Portal do notícias Folha do Estado especializado em jornalismo investigativo e de denúncias, há 20 anos, ajudando a escrever a história dos catarinenses.
- Advertisement -
Ultimas Nóticias
- Advertisement -
Recem postados
- Advertisement -