- Advertisement -
InícioGeralBrasilCristina Kirchner sai ilesa de atentado com tentativa de tiro à queima-roupa;...

Cristina Kirchner sai ilesa de atentado com tentativa de tiro à queima-roupa; suspeito brasileiro é preso

- Advertisement -
  • Jadi Imóveis
    Jadi Imóveis

BUENOS AIRES (Reuters) – A vice-presidente da Argentina, Cristina Fernández de Kirchner, escapou ilesa na quinta-feira depois que um homem apontou contra ela uma arma carregada que não disparou a centímetros de sua cabeça.

O ataque, que o ministro da Economia chamou de tentativa de assassinato, ocorre em um momento de agudos atritos políticos e sociais na Argentina.

O caso aconteceu quando Cristina Kirchner saiu de um carro do lado de fora de sua casa em Buenos Aires, onde centenas de apoiadores se reuniam. Imagens de vídeo mostraram um homem segurando uma pistola próxima à cabeça dela.

O presidente Alberto Fernández disse que a arma estava carregada com cinco balas.

BUENOS AIRES (Reuters) – A vice-presidente da Argentina, Cristina Fernández de Kirchner, escapou ilesa na quinta-feira depois que um homem apontou contra ela uma arma carregada que não disparou a centímetros de sua cabeça.

O ataque, que o ministro da Economia chamou de tentativa de assassinato, ocorre em um momento de agudos atritos políticos e sociais na Argentina.

O caso aconteceu quando Cristina Kirchner saiu de um carro do lado de fora de sua casa em Buenos Aires, onde centenas de apoiadores se reuniam. Imagens de vídeo mostraram um homem segurando uma pistola próxima à cabeça dela.

O presidente Alberto Fernández disse que a arma estava carregada com cinco balas.

A Argentina também está atolada em uma profunda crise econômica impulsionada por níveis crescentes de dívida e inflação que desencadearam protestos de rua.

“Quando o ódio e a violência prevalecem sobre o debate, as sociedades são destruídas e situações como estas surgem”, tuitou o ministro da Economia, Sergio Massa, que foi recentemente nomeado para enfrentar a crise.

Chefes de Estado e aliados políticos na região, incluindo o presidente chileno Gabriel Boric, o venezuelano Nicolás Maduro, o peruano Pedro Castillo e o ex-presidente e candidato às eleições de outubro no Brasil Luiz Inácio Lula da Silva também criticaram o ataque.

Eles expressaram solidariedade com Cristina Kirchner e alívio por ela não ter se machucado.

 

- Advertisement -
Redação
Redaçãohttps://www.facebook.com/jornalfolhadoestadosc
Portal do notícias Folha do Estado especializado em jornalismo investigativo e de denúncias, há 20 anos, ajudando a escrever a história dos catarinenses.
- Advertisement -
Social
15,000FãsCurtir
10,000SeguidoresSeguir
5,000SeguidoresSeguir
500InscritosInscrever
Ultimas Nóticias
- Advertisement -
Recem postados
- Advertisement -
  • Jadi Imóveis
    Jadi Imóveis