CURTINHAS, MAS EXCELENTES DESTA QUARTA-FEIRA

- Advertisement -

 

BOLSONARO PAGOU 21.447 LANCHES COM CARTÃO CORPORATIVO NA CAMPANHA

       O ex-ocupante do Palácio do Planalto pode ter cometido mais um crime eleitoral ao usar dinheiro público na campanha. Jair Bolsonaro pagou ao menos 21.447 lanches com cartão corporativo em viagens da campanha eleitoral do ano passado. Os comprovantes obtidos pelo UOL incluem outras 5.075 compras de refeições, num valor total de R$ 754 mil. A reportagem informa que os lanches não foram comprados para alimentar apenas a equipe de segurança e assessores do presidente-candidato.

MAS NÃO PARAMOS AÍ…

       A cada local visitado, o cartão de Bolsonaro pagou por centenas de kits-lanche destinados a militares e policiais escalados para dar apoio de segurança a motociatas, comícios, festas de peão e cultos religiosos. A prática é questionada por especialistas de direito eleitoral e segurança pública. Eles afirmam que não cabe ao presidente da República — nem ao candidato — fornecer alimentação a forças de segurança locais escaladas para trabalhar nesses eventos. Muito menos usar o cartão corporativo da presidência para isso. Procurados pela reportagem, Bolsonaro e o PL não se manifestaram sobre as despesas.

PLANO DE ESTÍMULO PARA MÉDIOS AGRICULTORES

       O governo do presidente Lula prevê para maio o lançamento de um programa especial voltado aos médios produtores rurais. O programa é elaborado no marco da orientação de Lula ao seu ministério para que empreenda ações para fortalecer os setores médios da população, tanto urbana como rural, informa o Painel da Folha de S.Paulo. Segundo o ministro do Desenvolvimento Agrário, Paulo Teixeira, a ideia é fazer um chamamento para que os agricultores aumentem a produção de alimentos no Brasil. O plano deve incluir linhas especiais de financiamento e apoio governamental.

PDT DIZ QUE DATENA SAIRÁ A PREFEITO DE SAMPA

       Apresentador tinha declarado em conversa com Guilherme Boulos que pode ser vice na chapa encabeçada pelo PSOL. Já o presidente do PDT no estado de São Paulo, deputado estadual Márcio Nakashima, diz que o apresentador de TV José Luiz Datena entrou na legenda para disputar o cargo de prefeito da capital, e não de vice. Nakashima declarou à coluna Painel da Folha de S.Paulo que o partido foi procurado por Datena para ser candidato a prefeito da capital paulista.

UM VÍDEO FORASTEIRO
       Na última segunda-feira (3), circulou um vídeo clandestino mostrando uma conversa entre Datena e o deputado federal Guilherme Boulos (PSOL) na qual o apresentador sugere uma chapa com ambos para disputar a prefeitura. Na conversa, Datena pede a Boulos que “peite” o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para que a chapa seja concretizada.

HADDAD ESPERA BÊNÇÃO DO CONGRESSO

       Em mais uma agenda para dialogar com representantes do capital financeiro, o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, demonstrou confiança na aprovação do novo arcabouço fiscal e da reforma tributária. Em evento do banco de investimento do Bradesco (Bradesco BBI), o chefe da equipe econômica ponderou que a “bênção” do Congresso é essencial para que tais agendas sigam em frente, informa o Metrópoles.

PRECISAMOS ARRECADAR 150 BI
       Haddad reafirmou que é necessário arrecadar até R$ 150 bilhões a mais para sustentar o projeto do arcabouço fiscal, reforçando ao mesmo tempo que não há previsão de aumento de impostos. Porém, para arrecadar os R$ 150 bilhões a mais, a equipe econômica deve propor a taxação de apostas eletrônicas e de produtos comprados em sites estrangeiros, além de sugerir mudanças na subvenção a estados na cobrança de Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) e Imposto sobre a renda das pessoas jurídicas (IRPJ).

SEGURANÇA REFORÇADA PELA POLÍCIA FEDERAL

      Aliados do ex-presidente planejam convocar militância ao local, que já foi alvo de ataques. A Polícia Federal reforçará a segurança em torno da sua sede, em Brasília, onde o ex-presidente Jair Bolsonaro vai prestar depoimento nesta quarta-feira (5). Ele será interrogado no inquérito que apura se houve propina na oferta de presentes por autoridades estrangeiras. Há expectativa de que aliados do ex-ocupante do Palácio do Planalto convoquem a militância para comparecer ao local em que ele será interrogado. No fim da noite de ontem, terça-feira, já havia grades no entorno do prédio, informa O Globo.

INTERROGATÓRIO SERÁ À TARDE
       Bolsonaro deverá chegar à sede da PF por volta das 14 horas, acompanhado de dois advogados e da ex-primeira-dama Michelle Bolsonaro. O ex-presidente não pretende lançar mão do direito de ficar em silêncio, mas, sim, responder as perguntas dos policiais. Parlamentares ligados a Bolsonaro dizem que vão convocar apoiadores dele para marcar presença nas proximidades da PF.

PROMOÇÃO DE OFICIAIS GENERAIS

       O presidente Lula (PT) recebeu os comandantes das três Forças Armadas para o primeiro evento de promoção de generais do seu terceiro mandato. Lula recepcionou os oficiais-generais recém-promovidos no Palácio do Planalto durante a primeira cerimônia de cumprimentos desta gestão. Ao todo, 56 oficiais de alta patente das três Forças Armadas subiram de posto. A solenidade, tradicional, ajuda na reaproximação entre o petista e a caserna. Em março, os encontros entre Lula e os comandantes das Forças Armadas foram quase semanais. Mediados pelo ministro da Defesa, José Múcio, eles têm quebrado o gelo entre as instituições após os atentados de 8 de janeiro. Participaram do ato junto ao presidente e à primeira-dama, Janja da Silva, os três comandantes militares: Almirante Marcos Olsen, da Marinha Brigadeiro Marcelo Damasceno, da Aeronáutica General Tomás Paiva, do Exército. A cerimônia foi rápida e consistiu apenas nos cumprimentos. Por protocolo, Lula não falou.

 

Redação
Redaçãohttps://www.instagram.com/folhadoestadosc/
Portal do notícias Folha do Estado especializado em jornalismo investigativo e de denúncias, há 20 anos, ajudando a escrever a história dos catarinenses.
- Advertisement -
Must Read
- Advertisement -
Related News