DIONÍSIO CERQUEIRA: FORÇAS DE SEGURANÇA REALIZAM REUNIÃO ESTRATÉGICA CONJUNTA

- Advertisement -

REUNIÃO FOI PARA TRATAR DE AÇÕES NA FRONTEIRA

Aconteceu na quinta-feira, 19, na sede do 36º Batalhão de Polícia Militar de Fronteira (BPM/Fron), em Dionísio Cerqueira, uma reunião entre as forças de seguranças públicas da região, com o objetivo de analisar e discutir ações a serem desencadeadas de forma conjunta na área.
O encontro estratégico teve o propósito de fortalecer a cooperação interinstitucional, promover a troca de informações e coordenar esforços para uma resposta eficaz no combate aos crimes de maior incidência. Na ocasião também foi abordado sobre as futuras instalações do Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), que será inaugurado nos próximos meses.
Esta região enfrenta desafios específicos, mostrando-se determinante que as agências de segurança trabalhem de maneira conjunta e integrada para enfrentar e prevenir as atividades ilícitas ali presentes.
A reunião contou com a presença do subcomandante-geral da Polícia Militar de Santa Catarina (PMSC), coronel Alessandro José Machado e do comandante do 9º Comando Regional da Polícia Militar de Fronteira (CRPM/Fron), coronel Ricardo Alessandro Sabatini Silva. Ainda estiveram presentes os comandantes do 3º e 21º BPM do Paraná, Polícia Federal, Receita Federal, Polícia Civil de Santa Catarina e Paraná e da Polícia Rodoviária Federal.
De acordo com o sub-comandante-geral da PMSC, coronel Alessandro José Machado, ele destacou a importância do alinhamento entre as forças de segurança no combate ao crime: “um dos principais objetivos do governo é potencializar a segurança pública, principalmente na área de fronteira e também faz parte do nosso Plano de Comando-Geral (PCG 360) a integração entres as forças de segurança e termos esse compartilhamento de informações, obtendo assim melhores resultados”.

Por Cabo Éverton Négri da Silva – Dionísio Cerqueira

Redação
Redaçãohttps://www.instagram.com/folhadoestadosc/
Portal do notícias Folha do Estado especializado em jornalismo investigativo e de denúncias, há 20 anos, ajudando a escrever a história dos catarinenses.
- Advertisement -
Must Read
- Advertisement -
Related News