Operação Minerva é iniciada em cidades fronteiriças e divisas do Estado. Ato ocorreu no 9º Comando Regional de Polícia Militar de Fronteira em Dionísio Cerqueira

DIONÍSIO CERQUEIRA: OPERAÇÃO MINERVA DA PMSC É INICIADA EM CIDADES FRONTEIRIÇAS

- Advertisement -

POLÍCIA MILITAR CATARINENSE ENVOLVIDA EM MUITAS AÇÕES IMPORTANTES

Na manhã de quarta-feira, 22, aconteceu em Dionísio Cerqueira, oeste do estado, a abertura da Operação Minerva da Polícia Militar de Santa Catarina. A ação é uma iniciativa estratégica e integrada voltada para o reforço da segurança nas cidades fronteiriças e divisas do Estado, com diversas instituições envolvidas. O nome “Minerva” foi escolhido pela associação com a inteligência tática e a cooperação estratégica, elementos fundamentais para alcançar o objetivo operacional, coibindo o tráfico de drogas e demais delitos transfronteiriços.

Participando da solenidade de abertura, o subcomandante-geral da PMSC, coronel Alessandro José Machado, destacou que “a operação é uma iniciativa do Comando-geral da PMSC que visa integrar as forças de Segurança dos Estados e da Argentina para combater a criminalidade e em defesa da sociedade”.
A Operação Minerva representa a resposta a esses desafios, com um foco primordial na segurança e proteção do comércio e dos cidadãos de bem de nossas cidades. O objetivo é criar uma região de fronteira segura, onde as atividades legais prosperem e a população esteja protegida de maneira eficaz. Essa persistente atuação reflete o comprometimento e a determinação das forças em garantir a segurança e a integridade de nossas fronteiras.

Participam da operação a Polícia Militar de Santa Catarina, Brigada Militar do Rio Grande do Sul, Polícia Militar do Paraná, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Civil de Santa Catarina, Polícia Civil do Paraná, Receita Federal, Cidasc e Policia da Argentina.
Da mesma forma que Minerva simbolizava sabedoria e cooperação, essa operação enfatiza a importância da inteligência policial, da coordenação interagências e a eficiência operacional de recursos e estratégias para enfrentar os desafios que se apresentam. Este paralelo destaca o comprometimento coletivo com a segurança e a efetividade na abordagem dessas questões complexas e dinâmicas.
O lançamento da Operação Minerva não é apenas um evento isolado, mas o início de uma ação contínua. A ideia é realizar várias edições ao longo do ano, fortalecendo o compromisso constante com a segurança, a proteção do comércio e o bem-estar dos cidadãos nas fronteiras e divisas. Essa abordagem, executada em conjunto, demonstra a dedicação consistente em enfrentar os desafios presentes e futuros de forma eficiente e colaborativa.

PROGRAMA ESTUDANTE CIDADÃO FORMA PERTO DE 100 ALUNOS EM CAÇADOR

A Polícia Militar de Santa Catarina (PMSC) realizou na noite de terça-feira, 21, a formatura do programa Estudante Cidadão na escola Professor Domingos da Costa Franco, em Caçador. A solenidade aconteceu no ginásio da escola e contou com premiação dos alunos destaques. O programa teve duração de três meses e contou com a participação de aproximadamente 100 alunos do 1° ao 5° ano, visando resgatar tradições, costumes, culto a símbolos, à pátria e civismo, influenciando diretamente na conduta das crianças.

A cerimônia foi marcada por momentos emocionantes, como a entrega de bicicletas aos alunos que se destacaram no programa. Este gesto simboliza o reconhecimento do esforço, disciplina e participação ativa desses estudantes.
O evento foi abrilhantado pelas homenagens para os policiais militares, professores e colaboradores, além da participação da banda sinfônica Músicos do Contestado.
Em seu discurso, o comandante do 15º Batalhão de Polícia Militar, major Marcelo Correia Macedo, ressaltou a importância do programa, que visa estimular o esforço do estudante para o desenvolvimento pessoal, alcançando seu status de cidadão. “É esse o nosso objetivo. Um dia, quem irá colher o que plantamos aqui são as famílias caçadorenses, será a sociedade como um todo”, destacou o comandante.
A escola foi a oitava a receber o programa no município. O Estudante Cidadão deverá ser implantando em outra unidade no próximo ano.

PROERD FORMA 230 ALUNOS EM SEÁRA

O Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd), da Polícia Militar de Santa Catarina (PMSC), realizou a formatura de alunos dos estabelecimentos de ensino de Seara. A formatura ocorreu na noite de terça-feira, 21, no Centro de Tradições Gaúchas Seara e Pampa, com a certificação de 230 alunos do currículo do 5° ano.
O comandante da companhia de Polícia Militar em Seara, capitão Geraldo Silva Martins Junior, foi o anfitrião do evento que contou com a presença de diversas autoridades do município. Somente na cidade, o Proerd já formou mais de 3 mil alunos, em suas 17 edições. Neste ano, todas as escolas no município foram atendidas pelo programa.
O Proerd é um sucesso em todo Estado de Santa Catarina, uma união entre Polícia Militar, escolas e famílias. O programa desenvolve a prevenção, transmitindo conhecimento sobre os riscos do envolvimento com drogas e sobre a importância de se tomar decisões seguras e saudáveis.

Redação
Redaçãohttps://www.instagram.com/folhadoestadosc/
Portal do notícias Folha do Estado especializado em jornalismo investigativo e de denúncias, há 20 anos, ajudando a escrever a história dos catarinenses.
- Advertisement -
Must Read
- Advertisement -
Related News