Em 1 dia, Florianópolis bate a cobertura vacinal de idosos de 71 e 72 anos

- Advertisement -


A Prefeitura de Florianópolis, por meio da Secretaria de Saúde, bateu a meta de vacinação de idosos de 71 e 72 anos em apenas um dia de vacinação. No total, 5.943 idosos receberam a vacina nesta quinta-feira, 25 de março. A estimativa era de 4.884 idosos de 71 e 72 anos, batendo 102% de cobertura vacinal. Além destes idosos, pessoas que anteriormente não conseguiram se vacinar ou tomar a segunda dose, também foram vacinadas.

Nesta sexta-feira, 26 de março, será feita a primeira dose para idosos de 70 anos, e a segunda dose para idosos de 82, 83 e 84 anos. No sábado, 27 de março, primeira dose para idosos de 69 anos e segunda dose de idosos de 80 e 81 anos. A Secretaria de Saúde ressalta também que para a vacina Coronavac, que vem sendo aplicada em Florianópolis, o intervalo mínimo para que a segunda dose seja aplicada são de 21 dias após a primeira aplicação.

Para os idosos dessa faixa etária que estiverem com suspeita ou confirmação de Covid-19, ou forem contato de casos confirmados, a vacina NÃO é recomendada. As equipes de saúde podem orientar quando a vacina deve ser recebida. Nestes casos, os idosos serão vacinados após o prazo estipulado pelas equipes, nos sistemas de vacinação que estiverem acontecendo na data futura. 

Pontos de vacinação das 9h às 16h
– Drive-thru no Centro de Eventos da UFSC; 
– Ponto de vacinação para pedestres no Centro de Eventos da UFSC;
– Drive-thru na Polícia Rodoviária da SC-401;
– Drive-thru no antigo aeroporto de Florianópolis;
– Drive-thru no Bolsão da Beira-mar Continental, próximo às quadras. 

Os idosos podem conferir se os seus cadastros no SUS estão atualizados em contato com o Alô Saúde Floripa pelo número 0800-333-3233. A administração municipal reforça que é indispensável o uso de máscaras, não apenas no momento da vacinação, como em qualquer ambiente fora da residência.


Redação
Redaçãohttps://www.instagram.com/folhadoestadosc/
Portal do notícias Folha do Estado especializado em jornalismo investigativo e de denúncias, há 20 anos, ajudando a escrever a história dos catarinenses.
- Advertisement -
Must Read
- Advertisement -
Related News