Falta sabedoria do eleitor para mudar cultura política do país

- Advertisement -

José SantanaNo Brasil, são eleitos através do voto diversos representantes políticos da população, como vereadores, prefeitos, deputados estaduais e federais, além de governadores e presidentes da República.
Nestas eleições os cidadãos estarão bem mais atentos e indignados que na edições anteriores, posto que a grande maioria puderam ver o que um representante de má intenção poder fazer com o dinheiro público, a operação lava jato teve um papel bastante importante para alertar os cidadãos sobre a importância do voto, posto que tivemos uma presidente destituída do cargo acusada de corrupção, com a votação do impeachment, se descobriu que dos 513 deputados e dos 82 senadores, 80% estão respondendo processos por crimes contra administração pública.
Nós sabemos que além dos problemas da corrupção nacional, temos as nossas “lavajatinhos” em nossos estados e municípios, tivemos muita gente presa em Itapema, operação Garoupa, Porto Belo, operação Bola de Neve, em Balneário Camboriú, Itajaí e Florianópolis. Esta semana, o (DEIC) deflagrou a operação “Bola Murcha” e prendeu uma quadrilha de políticos, entre eles o ex-deputado Gilmar Knaesel (…)
Antes de votar nestas eleições os cidadãos deveria de fazer a seguinte indagação aos que abordarem em busca do voto, ou seja, saber dos líderes porque ele quer o seu voto? – É muito comum ouvirmos que todos os políticos são iguais e que o voto é apenas uma obrigação. Muitas pessoas não conhecem o poder do voto e o significado que a política tem em suas vidas. Muitos candidatos não conhecem o poder do voto do eleitor e nem sabe a função dele após uma vitória eleitoral, ou seja, não sabe bem o que fazer quando tem um mandato em suas mãos.
Em primeiro lugar temos que aceitar a ideia de que os políticos não são todos iguais. Existem políticos corruptos e incompetentes, porém muitos são dedicados e procuram fazer um bom trabalho no cargo que exerce ou pretende exercer.
Como identificar um bom político? É importante acompanhar os noticiários, jornais, blogs e redes sociais especializadas, com atenção e critério, para saber o que nosso representante anda fazendo. Pode-se ligar ou enviar e-mails perguntando ou sugerindo ideias para o seu representante. Caso verifiquemos que aquele político ou governante fez um bom trabalho e não se envolveu em malfeitos, vale a pena repetir o voto nele?.
Nos santinhos, rádio e tv parecem ser todos iguais. Procure entender os projetos e ideias do candidato que você pretende votar. Será que há recursos disponíveis para que ele execute tal projeto, caso chegue ao poder? Nos mandatos anteriores ele cumpriu o que prometeu? O partido político que ele pertence merece seu voto? Estes questionamentos ajudam muito na hora de escolher seu candidato.
O voto consciente dá um pouco de trabalho, aconselhamos todo cuido e critério, porém se feitos os resultados são sempre positivos. O voto na democracia é uma conquista sua e deve ser usada com responsabilidade. Votar em qualquer um pode ter conseqüências negativas, sérias e pode comprometer o futuro da cidade, do estado e da nação.
Não venda seu voto, votar em pessoas com passado comprometido é um risco, analise quem são as pessoas que estão apoiando o candidato, porque muitas vezes, o candidato tem uma boa reputação, mas, as pessoas que o cercam pode estar armando o bote, não se governa sozinho, é necessário uma equipe, sonde, observe quem serão os possíveis secretários e adjuntos, procure saber se o candidatos possui experiência administrativa, isto é fato, se  ela nunca administrou um negócio (empresa), como poderá confiar que ele (a) irá administrar toda economia da cidade? – Anote, “na dúvida, convida mais pessoas da sua rua, da sua empresa e reúna em um local, prepare várias questões de ordem, como por exemplo, saber do candidato se ele tem aptidão com relação a responsabilidade administrativa, sobretudo, como ele pretende aplicar Orçamento anual da cidade e como, cobre dele de onde virá os recursos para seu plano de governo, procure saber com clareza de detalhes quais serão as prioridades em relação as deficiências nas áreas de prioridade como implantação de parque para geração de nova oportunidades de trabalho, entre as questões mais básicas como os plano para melhorar administração da saúde, educação, meio ambiente e mobilidade (…)
O seu voto, não pode ser administrado para pessoas da sua vizinhança, amigo, irmão, pastor ou a qualquer um que seja, que não reúna as condições necessárias para lhe representar na sua ausência, lembro, que o seu voto para vereador e prefeito tem que ser com responsabilidade, porque se votar em alguém sem noção certamente a sua vida em comunidade vai virar um caos… “cada povo tem o governo em de acordo com a sua capacidade intelectual, ética e moral”
José Santana  – jornalista
17/06/2016

Redação
Redaçãohttps://www.instagram.com/folhadoestadosc/
Portal do notícias Folha do Estado especializado em jornalismo investigativo e de denúncias, há 20 anos, ajudando a escrever a história dos catarinenses.
- Advertisement -
Must Read
- Advertisement -
Related News