FLORIANÓPOLIS: GOVERNO ENTREGA APARELHOS CELULARES APREENDIDOS PARA A POLÍCIA CIVIL

- Advertisement -

REPASSE DOS APARELHOS APREENDIDOS GERA ECONOMIA DE R$ 3 MI AOS COFRES PÚBLICOS

O governador Jorginho Mello recebeu em audiência conjunta, o superintendente-adjunto da 9ª Região Fiscal da Receita Federal, Eríton Lima de Oliveira, e o delegado-geral da Polícia Civil de Santa Catarina, Ulisses Gabriel, para o anúncio de uma iniciativa de colaboração entre as duas instituições. O resultado da reunião foi a doação de aparelhos de telefone celular de alto desempenho à Polícia Civil, representando um valor aproximado de R$ 3 milhões e proporcionando uma economia estimada em R$ 100 mil por mês.
—- Essa parceria com a Receita Federal e o novo contrato de telefonia nos permitirá reduzir significativamente nossos gastos mensais, passando de R$150.000 para aproximadamente R$ 50.000. Ao todo foram doados quase 3.900 aparelhos telefônicos, os quais serão distribuídos aos policiais civis catarinenses. Então, com isso, será disponibilizado uma ferramenta de investigação, que é um celular de alta performance, com câmeras inteiramente qualificadas e com internet, para que o policial possa realizar seu trabalho com excelência, ainda que fora da delegacia — ressalta Ulisses.
A doação desses aparelhos de telefone apreendidos pela Receita Federal não apenas fortalecerá a infraestrutura de comunicação da Polícia Civil, mas também resultará em uma economia substancial de recursos. Essa economia deve ser gerada ao longo de 30 meses e poderá ser alocada para outros investimentos e necessidades dentro da instituição.
—- A colaboração entre a Receita Federal e a Polícia Civil de Santa Catarina destaca a importância da cooperação interinstitucional e do uso criativo de recursos para benefício da Segurança e da eficiência do serviço público — explica o superintendente-adjunto da 9ª Região Fiscal da Receita Federal.

DETALHES DA DOAÇÃO

Durante a audiência, ficou acordado que a Receita Federal disponibilizará 3.900 aparelhos de telefone para uso pela Polícia Civil de Santa Catarina. Essa doação estratégica tem o potencial de otimizar as operações da Polícia Civil, melhorar a comunicação interna e contribuir para a Segurança Pública no estado pela melhoria das tecnologias utilizadas pelas Forças de Segurança. Estavam presentes também, Mauro Batista Neto, delegado da Receita Federal de Joaçaba, Alessandra Padovani, delegada da alfândega de Florianópolis, Pedro Henrique Mendes, gerente de investigações da Deic, Thiago de Freitas Nogueira, gerente de apoio operacional da PC, Gustavo Altemar, diretor administrativo financeiro da PC e Daniel Régis, diretor da Deic.

Redação
Redaçãohttps://www.instagram.com/folhadoestadosc/
Portal do notícias Folha do Estado especializado em jornalismo investigativo e de denúncias, há 20 anos, ajudando a escrever a história dos catarinenses.
- Advertisement -
Must Read
- Advertisement -
Related News