DEFESA CIVIL ALERTA PARA VOLUMES ALTOS DE CHUVA NO RS

A Defesa Civil do Rio Grande do Sul emitiu na noite de terça-feira (21) um novo alerta para chuvas intensas no estado, com volumes que podem ficar entre 120 mm e 150 mm na metade sul do estado para os próximos dois dias. 

GOVERNO DO ESTADO LANÇA O “ESTRADA BOA” PARA RECUPERAR 1.550 KM DE RODOVIAS

- Advertisement -

RODOVIAIS ESTADUAIS PASSARÃO POR RESTAURAÇÃO

O governador Jorginho Mello lançou nesta quinta-feira, 10, o Estrada Boa, programa que vai investir R$ 2,165 bilhões para restaurar, implantar e revitalizar 1.504 km de estradas estaduais. Desse total, 504 km são de implantação e restauração e 1000 km de revitalização.
Serão R$ 1,5 bilhão em obras estruturantes e R$ 665 milhões em revitalização. No total, 231 municípios serão beneficiados em 60 rodovias (sendo 38 na primeira fase). A partir do programa, mais de 20 mil empregos serão gerados. O cronograma de conclusão prevê um prazo médio de 24 meses e máximo de 36 meses. Os recursos são provenientes de financiamentos do BNDES (R$ 1,5 bilhão) e de fontes próprias do Estado (R$ 665 milhões).
Os critérios para definição dos trechos foram: grau de degradação da rodovia, demanda de tráfego, projeto e orçamento revisados, licenças emitidas e desapropriações em andamento.
—- Nosso desenvolvimento depende das estradas, que infelizmente se encontram em situação precária na imensa maioria. Estive este ano em todas as associações de municípios e essa foi a demanda campeã em todos os lugares. Por isso vamos investir pesado e fazer com qualidade, para que as obras durem e a gente não precise ficar remendando o tempo todo. Vamos começar pelas que estão em pior estado — disse o governador.

O secretário da Infraestrutura e Mobilidade, Jerry Comper, explica que nesta etapa inicial, a SIE irá retomar as obras com projetos reavaliados, orçamentos revistos, licenciamentos emitidos e desapropriações viabilizadas. Ele disse que este é um governo que entrega em todas as áreas: na saúde, na educação, na segurança e agora na infraestrutura com um grande programa que vai ao encontro dos anseios dos catarinenses em todas as regiões.
Santa Catarina possui 131 rodovias estaduais, com 615 segmentos de trecho de interligações, acessos, contornos e pontes, totalizando 6.298,20 quilômetros de malha rodoviária.
—- O modal rodoviário é fundamental para a economia catarinense, ele contribui para a geração de empregos, para uma melhor distribuição da renda, para o escoamento da produção e para o desenvolvimento — avalia o secretário adjunto da Infraestrutura e Mobilidade, Ricardo Grando, coordenador do Estrada Boa.
No Brasil, 61% dos transportes de cargas são realizados por meio rodoviário. Atualmente, em Santa Catarina, mais de 73% das rodovias estaduais se encontram em estado de regular a péssimo. O Estrada Boa tem como meta elevar a categoria das rodovias catarinenses para bom e ótimo.
O evento foi realizado no cinema do Centro Integrado de Cultura (CIC), em Florianópolis. Do local, o governador foi para o Meio-Oeste catarinense para dar início às obras da estrada que liga Capinzal e Piratuba, às 15h30.

EVENTO PRESTIGIADO

—- Não há desenvolvimento sem infraestrutura de qualidade. E em todo canto desse estado tem alguma coisa por fazer pra melhorar a trafegabilidade e oferecer rodovias seguras para o catarinense. É muito importante este momento em que o Estado olha com carinho para a infraestrutura e, por isso, pela importância desse tema, a Assembleia está em peso hoje aqui. Eu reforço que o governador poderá contar sempre com os deputados para buscar o que for preciso para as rodovias de Santa Catarina — destacou o presidente da Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc), Mauro de Nadal.
Estavam presentes também o presidente da Fiesc, Mario Cezar de Aguiar, o presidente da Fascisc, Sérgio Rodrigues Alves, e o presidente da Associação Catarinense de Empresários de Obras Públicas, Vagner Sandoval Barbosa. Além da particiáção de vários deputados estaduais, o secretariado do governo estadual compareceu em peso à cerimônia de lançamento do programa Estrada Boa.

O QUE É FEITO EM CADA INTERVENÇÃO

Implantação – drenagem, correção de curvas, melhoramento de traçados, construção de interseções e pavimento, sinalização.
Restauração – drenagem, novas interseções e correções de curvas, revestimento e sinalização.
Revitalização – roçada e drenagem, recuperação do pavimento, microrrevestimento, sinalização.
Revitalizações (10 meses).
R$ 340 mi em 2023 (Início agosto 23).
R$ 325 mi em 2024 (termino maio 2024).

OBRAS ESTRUTURANTES

R$ 1,5 bilhão (previsão de 36 meses)

Redação
Redaçãohttps://www.instagram.com/folhadoestadosc/
Portal do notícias Folha do Estado especializado em jornalismo investigativo e de denúncias, há 20 anos, ajudando a escrever a história dos catarinenses.
- Advertisement -
Must Read
- Advertisement -
Related News