GRAVÍSSIMO ACIDENTE CEIFA A VIDA DE FAMÍLIA ITAPEMENSE NA BR-282

- Advertisement -

 

TRÊS PESSOAS DA MESMA FAMÍLIA MOORREM EM ACIDENTE

O acidente ocorreu na tarde da última sexta-feira (12), quando uma colisão frontal entre um Peugeot e uma caminhonete Toyota na BR-282 resultou em uma trágica perda de vidas. O acidente ocorreu próximo à cidade de Ponte Serrada, localizada na região Oeste do estado de Santa Catarina.
De acordo com as informações, três ocupantes do veículo Peugeot não resistiram aos ferimentos e faleceram. Entre as vítimas, foi identificada Jeane Barros, renomada ex-regente e maestrina fundadora do Coral de Vozes Vivaz de Itapema, conhecida por seu talento e contribuição para a música na região. Além dela, seu esposo Lélio José Lima e seu filho Tiago, de apenas 15 anos, também perderam a vida no trágico acidente. Atualmente eles residiam na cidade de Chapecó.
Uma quarta vítima, que também estava no Peugeot foi encaminhada para atendimento médico em um hospital próximo. A identidade e o estado de saúde dessa pessoa ainda não foram divulgados pelas autoridades.
Na caminhonete Toyota, envolvida no acidente, estava apenas uma mulher, que se encontrava consciente e desorientada no momento em que os serviços de emergência chegaram ao local. Ela apresentava ferimentos na mão e foi imediatamente conduzida ao hospital de Ponte Serrada para receber os cuidados médicos necessários. As circunstâncias que levaram a essa colisão frontal ainda estão sendo investigadas pelas autoridades competentes.
O acidente deixou a comunidade local consternada e chocada com a perda de vidas tão preciosas. Jeane Barros, além de sua contribuição musical, era reconhecida por seu espírito generoso e carismático, deixando um legado inspirador para todos que tiveram o privilégio de conhecê-la. Uma perda irreparável para a cidade de Itapema.

MORTE ENCHE DE TRISTEZA A CIDADE

A prefeita de Itapema Nilza Simas decretou luto oficial de três dias pela morte da família. “Em respeito ao legado dela para a cultura e também na área da saúde”. Jeane era professora universitária de enfermagem, atuou como regente do coral, se tornando querida pela comunidade de Itapema. Nas redes sociais, amigos e conhecidos lamentaram a tragédia. “Sentiremos sua falta”, escreveu uma participante do coral. “Que tristeza”, se solidarizou outra seguidora.
Antes de se mudar para o Oeste catarinense, após passar em um concurso, Jeane foi maestrina fundadora do Coral Vozes Vizas de Itapema, mas deixou as funções há alguns anos, conforme informações do Itapema Mil Grau.

FOTOS: Redes Sociais

Redação
Redaçãohttps://www.instagram.com/folhadoestadosc/
Portal do notícias Folha do Estado especializado em jornalismo investigativo e de denúncias, há 20 anos, ajudando a escrever a história dos catarinenses.
- Advertisement -
Must Read
- Advertisement -
Related News