ITAJAÍ CHEGA AOS 164 ANOS COMO POTÊNCIA DO PRESENTE DE OLHO NO FUTURO

Em comemoração ao aniversário de 164 anos de Itajaí, celebrado neste sábado (15), serão distribuídas cinco mil fatias de bolo à população. O corte do bolo será a partir das 15h, na Praça Vidal Ramos (Marco Zero),

Iniciativa de horta escolar trabalha empreendedorismo rural em Fraiburgo

- Advertisement -


Alunos e professores da Escola de Educação Básica Vinte e Cinco de Maio, em Fraiburgo, desenvolveram o bem-sucedido projeto de uma horta circular na sede da instituição. A horta começou a ser montada em 2008, mas passou a se desenvolver mais a partir de 2014, com a criação do Curso Técnico em Agroecologia. Atualmente, o curso integra o Novo Ensino Médio e atende 50 estudantes de cidades da região, que ficam alojados na sede da escola.

A permanência dos alunos na unidade é um dos princípios da pedagogia da alternância (Tempo Escola e Tempo Comunidade). Essa proposta pedagógica possibilita aos educandos multiplicar o conhecimento e colocar em prática, diretamente na propriedade das famílias, o que aprenderam em sala de aula.

O coordenador do curso, professor Rodrigo Pinheiro, explica que no 1º ano os alunos ficam 45 dias na escola e 30 dias em casa. “A horta é um laboratório de práticas para os estudantes. Eles veem que a plantação não é produtiva apenas para o consumo próprio, mas que o excedente pode gerar renda para a família”.

Manutenção feita pelos próprios alunos

O espaço de 2.400 metros quadrados é mantido pelos próprios professores e alunos, que contribuem com atividades diárias como capina, limpeza de plantas invasoras, adubação e irrigação. O formato circular em modelo de mandala lembra o Sistema Solar. “No centro, que representa o sol, temos a composteira, que produz uma parte do adubo que é aplicado na horta”, detalha o professor.

A escola tem como princípio a produção orgânica e agroecológica dos alimentos. Ou seja, não há uso de adubos químicos e agrotóxicos. Dessa forma, para nutrir o crescimento das plantas, são usados adubos naturais, como pó de rocha basáltica e húmus de minhoca. Ainda fazem parte das práticas aprendidas pelos alunos as técnicas de manejo agroecológico como cobertura de solo, uso de plantas repelentes, caldas fungicidas e inseticidas feitos na escola.

Produção excedente é comercializada

Uma parte da produção fica na unidade, para consumo dos estudantes e outra é levada à feira da Agricultura Familiar, que ocorre todo sábado em Fraiburgo. Os recursos retornam para a escola e se destinam à compra de materiais para laboratório e investimento em aulas em campo.

Para o professor Rodrigo, o contato com o público final é essencial: “Os estudantes podem dialogar diretamente com os consumidores e assim desenvolver ainda mais o empreendedorismo na área rural”.

O gestor da escola, Agnaldo Cordeiro, explica que a unidade sempre esteve ligada à luta da comunidade pelo projeto de educação no campo: “Aqui discutimos as questões ambientais e provocamos transformação nas famílias. A horta e outras unidades didáticas motivam nossos jovens a serem empreendedores e a buscar o respeito ao nosso planeta, desenvolvendo a produção sem uso de agrotóxicos e adubos químicos”, finaliza.

Acesse aqui o vídeo completo produzido pela escola para apresentar o projeto.

Informações adicionais para imprensa:
Ana Paula Flores
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Educação – SED
Fone: (48) 3664-0353 
E-mail: imprensa@sed.sc.gov.br
www.sed.sc.gov.br

 

Fonte: Governo SC

Redação
Redaçãohttps://www.instagram.com/folhadoestadosc/
Portal do notícias Folha do Estado especializado em jornalismo investigativo e de denúncias, há 20 anos, ajudando a escrever a história dos catarinenses.
- Advertisement -
Must Read
- Advertisement -
Related News