PENHA: CAMPEONATO MUNICIPAL DE FUTSAL INICIA NESTA SEGUNDA-FEIRA COM 60 EQUIPES

- Advertisement -

Os jogos se concentram no Ginásio Sebastião João de Souza, no Centro, sempre às segundas, quartas e quintas-feiras.

Alto nível técnico, muitos gols e jogos acirrados. Essas são as expectativas para o Campeonato Municipal de Futsal de Penha que inicia nesta segunda-feira (17/06). A competição, organizada pela Prefeitura Municipal, por meio da Fundação Municipal de Esportes (FME), terá a participação de 60 equipes em seis categorias: Livre 1ª Divisão, Livre 2ª Divisão, Máster, Veterano, Sub-16 e Feminino.

Os jogos estarão concentrados no Ginásio Sebastião João de Souza, no Centro, sempre as segundas, quartas e quintas-feiras. “São esperados mais de 700 atletas e cerca de 100 jogos. A expectativa está muito alta para os jogos que prometem movimentar a cidade”, detalha o superintendente da FME, Paulo Roberto da Silva.

O jogo de abertura será logo mais às 19h15, entre as equipes do Dionokonoko e Sexta-Ferino, pela categoria Máster. Às 20h15, o Arsenal Barreiro enfrenta o São Cristóvão pelo Veterano, e às 21h15 o Flexa Negra encara o Mar Azul pela categoria Livre 1ª divisão.

Para os futuros campeões das categorias: Livre, Veterano e Feminino – além das tradicionais condecorações com medalhas e troféus – a FME vai destinar R$ 2.500,00, aos vice-campeões a premiação será de R$ 1.500,00 e os terceiros colocados ganharão R$ 1.000,00. Já na categoria Livre 2ª divisão o prêmio será de R$ 1.200,00 aos campeões, R$ 700,00 e R$ 400,00 respectivamente.

Os atuais campeões, da edição de 2023 são: o Praia Alegre (Sub-16), Armação (Máster), Ousados (Livre 2ª divisão), Arsenal Barreiro (Veteranos), JEC (Feminino) e Flexa Negra (Livre 1ª Divisão).

As tabelas completas de jogos de todas as categorias podem ser encontradas no link:  https://penha.digital.esp.br/campeonatos

Dpto. De Comunicação

Por Lyandra Machado

Redação
Redaçãohttps://www.instagram.com/folhadoestadosc/
Portal do notícias Folha do Estado especializado em jornalismo investigativo e de denúncias, há 20 anos, ajudando a escrever a história dos catarinenses.
- Advertisement -
Must Read
- Advertisement -
Related News