PF investiga desvios de recursos públicos destinados à merenda escolar

- Advertisement -

Ribeirão Preto/SP – A Polícia Federal deflagrou hoje (26/11) a Operação Cadeia Alimentar II, para apurar irregularidades em procedimentos licitatórios e desvio de verbas relacionados à compra de merenda escolar de aproximadamente 50 municípios do Estado de São Paulo/SP.

Policiais federais deram cumprimento a 57 mandados de busca e apreensão e 27 mandados de prisão temporária, expedidos pela 4ª Vara da Justiça Federal de Ribeirão Preto/SP.

As medidas executadas hoje visam coletar elementos que complementem as informações obtidas em colaboração premiada formalizada por dois investigados junto a Polícia Federal e Ministério Público Federal, após terem sido alvos na primeira fase da investigação (Operação Cadeia Alimentar – maio/2018).

Entre os alvos da operação estão empresários, lobistas, servidores e ex-servidores públicos, uma Vereadora, ex-Prefeitos, Secretários e ex-Secretários de Governo. Os mandados de buscas estão endereçados à residências, empresas, três prefeituras e uma Câmara dos Vereadores.

Os investigados responderão, na medida de suas participações, pelos crime de organização criminosa (art. 2 da lei 12850/13), fraude à licitações (art. 90 da lei 8666/93), falsidade ideológica, corrupção ativa, prevaricação e corrupção passiva (artigos 299, 317, 319 e 333 do Código Penal) cujas penas, somadas, podem chegar a 28 anos de prisão.

Será concedida entrevista coletiva, às 10h30, na Delegacia de Polícia Federal em Ribeirão Preto (Rua João Alves da Silva Jr., nº 546 – Bairro Jardim Canadá / CEP 14095-220).

 

 

Contato: (16) 3238-5200

 

 

Participam da ação mais de 240 policiais federais, os quais cumprem ordens judiciais em 27 cidades do Estado de São Paulo:

– Americana (3 mandados prisão e 3 busca/apreensão);

– Atibaia (1 mandado de prisão e 1 busca/apreensão);

– Campinas (1 mandado de prisão e 1 busca/apreensão);

– Cotia (1 mandado de prisão e 1 busca/apreensão);

– Cubatão (1 mandado de prisão e 4 busca/apreensão);

– Franca (2 mandados de prisão e 3 busca/apreensão);

– Garça (1 mandado de busca/apreensão);

– Guarujá (2 mandados de busca/apreensão);

– Itapevi (1 mandado de prisão e 1 busca/apreensão)

– Jandira (1 busca/apreensão);

– Matão (1 mandado de prisão e 2 busca/apreensão);

– Orlândia (1 mandado de busca/apreeensão);

– Osasco (1 mandado de busca/apreensão);

– Paulínia (4 mandados de busca/apreensão);

– Praia Grande (2 mandados de busca/apreensão);

– Rio Claro (1 mandado de prisão e 1 busca/apreensão);

– Santos (2 mandados de prisão e 2 busca/apreensão);

– São Carlos (1 mandado de prisão e 1 busca/apreensão);

– São Joaquim da Barra (1 mandado de prisão e 1 busca/apreensão);

– São José do Rio Preto (1 mandado de prisão e 1 busca/apreensão);

– São Paulo (3 mandados de prisão e 8 busca/apreensão);

– São Roque (2 mandados de prisão e 3 busca/apreensão);

– São Vicente (2 mandados de prisão e 5 busca/apreensão);

– Sorocaba (1 mandado de prisão e 2 busca/apreensão);

– Sumaré (1 mandado de prisão e 1 busca/apreensão);

– Taquaritinga (1 mandado de prisão e 3 busca/apreensão) e

– Votorantim (1 mandado de busca/apreensão).

 

 

Redação
Redaçãohttps://www.instagram.com/folhadoestadosc/
Portal do notícias Folha do Estado especializado em jornalismo investigativo e de denúncias, há 20 anos, ajudando a escrever a história dos catarinenses.
- Advertisement -
Must Read
- Advertisement -
Related News