InícioFLORIANÓPOLISSANTA CATARINA: DIA MUNDIAL DE COMBATE À POLIOMIELITE

SANTA CATARINA: DIA MUNDIAL DE COMBATE À POLIOMIELITE

- Advertisement -

 

VACINAÇÃO É A MANEIRA MAIS SEGURA E EFICAZ DE PREVENIR A DOENÇA

O último ano em que o estado de Santa Catarina registrou um caso de poliomielite, também chamada de pólio ou paralisia infantil, foi no ano de 1989, com o último óbito em 1987. Depois disso, devido às altas taxas de vacinação que eram comuns no estado, não houve mais registros da doença. No entanto, atualmente, com a constante queda das coberturas vacinais, o retorno da pólio voltou a ser uma preocupação da Secretaria de Estado da Saúde de Santa Catarina (SES).Na Campanha de Multivacinação que está sendo realizada no estado até o dia 28 de outubro são oferecidas, de forma gratuita, todas as vacinas do Calendário Nacional de Vacinação que protegem contra mais de 20 doenças, inclusive a vacina contra a poliomielite. Pais ou responsáveis por crianças que por algum motivo não tenham se vacinado contra a doença ou não tenham completado o esquema vacinal podem procurar uma unidade de saúde para colocar as doses em dia.
– Essa falta de familiaridade da população com a doença, já que não foram registrados casos de paralisia infantil no estado há mais de 30 anos, acabou causando uma falsa sensação de segurança. As pessoas passaram a acreditar que a doença não pode retornar – enfatiza a gerente de doenças infecciosas agudas e imunização da DIVE, Arieli Schiessl Fialho: ela disse que esta é uma doença que já não acontece no estado há mais de 30 anos, mas que é uma doença grave que pode deixar sequelas. Disse que a Pólio é uma doença imuno-previnível, ou seja, que existe uma vacina para a prevenção.
Arieli lembra que a vacina está no calendário básico das crianças, com três doses (aos dois, quatro e seis meses), com dois reforços, com 1 ano e três meses e 4 anos de idade. Ela assegura que é extremamente importante que os pais ou responsáveis mantenham a vacinação das crianças contra a poliomielite em dia para que não tenhamos o retorno da doença.

Redação
Redaçãohttps://www.instagram.com/folhadoestadosc/
Portal do notícias Folha do Estado especializado em jornalismo investigativo e de denúncias, há 20 anos, ajudando a escrever a história dos catarinenses.
- Advertisement -
Must Read
- Advertisement -
Related News