PORTO BELO: CÂMARA APROVA CENSO DE INCLUSÃO DE PESSOAS AUTISTAS

Programa Municipal Censo de Inclusão das Pessoas com Deficiências, Transtorno do Espectro Autista e de seus familiares é aprovado pela Câmara de Vereadores de Porto Belo. Evento ocorreu nesta quarta-feira (17), quando o Censo de Inclusão das Pessoas com Deficiências, Transtorno do Espectro Autista (TEA) e de seus familiares foi aprovado pelos parlamentares locais.

SAÚDE BUCAL SERÁ TEMA DO FOLHACAST DESTE SEMANA

- Advertisement -

O podcast será ao vivo nesta terça-feira, 14, às17h00, um bate-papo sobre a posse dos representantes Municipal de Itapema, no Conselho de Odontologia (CRO-SC) para o biênio 2022/23.

Foi empossado o prof. Dr. Virgílio Galvão, estará no podcast e será entrevistado pelos apresentadores e jornalistas José Santana e Elias Costa Tenório, trazem um dos importantes temas de saúde pública, o diagnóstico da saúde bucal da nossa comunidade.

Virgílio César Galvão Pimentel CRO-SC-SD 18.329 – presidente
Cheila Furrati -CRO-SC-CD-17606 – Membro
Cleumara Kosmann – CRO-SC-CD-3263 – Membro
Vanessa Roziana Marques Toazza – CRO-SC CD7001 – Membro
Priscila Teixeira – CRO – SC-6983 – Membro

Presidente e membros foram formalmente empossados pela Sandra Regina Ferreira Silvestre, Presidente do Conselho Estadual de Odontologia (CRO-SC).

Na pauta, o tema promete, será abordado os principais problemas de saúde bucal que afetam as populações mais carentes de recursos, por falta de orientação e de cuidados básicos, que podem, segundo o especialista em saúde bucal, evoluir para problemas de saúde graves, inicialmente, a cárie, é uma das doenças bucais mais comuns, especialmente entre a faixa etária infantil, como placa bacteriana, gengivite, periodontite, afta, halitose e candidíase oral.

Além destas doenças por falta de higienização e de acompanhamento de um profissional, estas doenças podem evoluir para outras patologias que pode levar o paciente a óbito, como o câncer. Entretanto, a limpeza inadequada e a falta de uso do fio dental favorecem a proliferação de bactérias que podem causar, dores e infecções, perda do dente e agravar lesões como as provocadas por próteses e pontes mal ajustadas à boca.

Segundo o professor Galvão, o tema é bem abrangente e precisa ser considerado pelas políticas públicas, a prevenção é um investimento fundamental para garantir saúde plena bucal e evitar o comprometimento da saúde do cidadão, e alerta que a saúde inicia por hábitos saudáveis e para prevenir todos esses problemas listados acima é necessário evitar as doenças periodontais e as inflamações na boca. Logo, o tema tratará da importância das fases da saúde bucal saudável para todo o organismo*.

Redação
Redaçãohttps://www.instagram.com/folhadoestadosc/
Portal do notícias Folha do Estado especializado em jornalismo investigativo e de denúncias, há 20 anos, ajudando a escrever a história dos catarinenses.
- Advertisement -
Must Read
- Advertisement -
Related News

Isso vai fechar em 20 segundos