DEFESA CIVIL ALERTA PARA VOLUMES ALTOS DE CHUVA NO RS

A Defesa Civil do Rio Grande do Sul emitiu na noite de terça-feira (21) um novo alerta para chuvas intensas no estado, com volumes que podem ficar entre 120 mm e 150 mm na metade sul do estado para os próximos dois dias. 

SEMANA FARROUPILHA E DIA DO GAÚCHO – HOMENAGEM DA FOLHA DO ESTADO

- Advertisement -

PERÍODO EM QUE O POVO RIOGRANDENSE REMEMORA SUAS TRADIÇÕES

A Semana Farroupilha é um evento festivo da cultura gaúcha que se comemora de 13 a 20 de setembro, com desfiles em homenagem aos líderes da Revolução Farroupilha e integração da população com esta parte importante da história. A comemoração relembra a Guerra dos Farrapos contra o Império, de 1835 a 1845. O Marco Inicial ocorreu no amanhecer de 20 de setembro de 1835. Naquele dia, liderando homens armados, Gomes Jardim e Onofre Pires entraram em Porto Alegre pela Ponte da Azenha. Nesse movimento revolucionário, que tinha como ideal, liberdade, igualdade e humanidade, e durou cerca de dez anos, sendo a mais longa revolução do Brasil, mostrava como pano de fundo os ideais liberais, federalistas e republicanos.

ORIGEM DA SEMANA FARROUPILHA

Há 76 anos, à meia noite do dia 7 de setembro de 1947, antes do Fogo da Pátria ser extinto, os tradicionalistas Paixão Côrtes, Cyro Ferreira, Antônio Siqueira, Orlando Degrazia, Fernando Vieira, Cyro Costa, Cilço Campos e João Vieira, compunham “Os oito bombachudos”, como viriam a ficar conhecidos. Eles capturaram uma fagulha da chama da Pira da Pátria utilizando um cabo de vassoura com trapos enrolados na ponta e transladaram essa fagulha a cavalo até o saguão do colégio Júlio de Castilhos, situado na cidade de Porto Alegre, onde ela permaneceu acesa em um candeeiro crioulo até o dia 20 de setembro em homenagem aos líderes farroupilhas. Estava então formada a 1ª Ronda Crioula da História. Durante esta ronda foram realizadas muitas atividades artístico-culturais com apresentações de gaiteiros, declamadores, dançarinos etc. Participaram da festividade Luiz Carlos Barbosa Lessa e Glaucos Saraiva. E para encerrar a 1ª Ronda Crioula, foi realizado o 1° Baile Gauchesco da história, o popular Fandango, no Teresópolis Tênis Clube de Porto Alegre, que contou com churrasco, pastel de carreira, café de chaleira, hora de artes e concursos de trajes gaúchos, que hoje são popularmente conhecidos por pilchas.

POR QUE COMEMORAR ESSA REVOLUÇÃO?

A intenção dos Oito Bombachudos, em um ambiente em que a sociedade negava hábitos, costumes e tradições gauchescas, é retomar o sentimento de orgulho das coisas tradicionais. Esse processo de comemorações começou em um movimento estudantil com alunos de diversas camadas sociais e segmentos étnicos, que levantou-se em favor das tradições. O objetivo era achar uma trilha diante da perda da fisionomia regional; combater a descaracterização; reagauchar o Rio Grande. Em suma: procuravam a identidade da terra gaúcha. E este movimento triunfou e ganhou espaço, não só no Rio Grande do Sul, mas em todas as regiões povoadas por gaúchos e que tem sua história escrita a partir dos costumes sulistas.

DIA DO GAÚCHO – 20 DE SETEMBRO

Especialmente no dia 20 de Setembro comemora-se o Dia do Gaúcho, sendo feriado no estado do Rio Grande do Sul desde quando esta data foi oficializada. Nesse dia em especial o povo Riograndense relembra a sua história, os acontecimentos da Revolução Farroupilha, sendo através de desfiles que peões e prendas realizam, geralmente, montados em seus cavalos utilizando a pilcha gaúcha, os CTG´s também realizam em seus centros festejos através das danças tradicionalistas gaúchas para homenagear em especial os líderes do movimento da revolução. Esta comemoração está inserida na Semana Farroupilha, sendo que oficialmente ocorre no último dia. Comemorar a Semana Farroupilha é comemorar a história de um povo que tem identidade, cultura e tradição, é reviver e rememorar os caminhos e processos que definiram este território e suas características!

Mas o que foi a Revolução Farroupilha?

A Revolução Farroupilha foi uma revolta regional contra o Governo Imperial do Brasil, na qual os revoltosos queriam se separar do Império do Brasil. Recebeu este nome por conta dos farrapos que seus participantes vestiam. Após ser feito um acordo de paz entre as partes envolvidas, a revolução chegou ao fim em 1º de maio de 1845.

Viva o ideal Farroupilha: LIBERDADE, IGUALDADE, HUMANIDADE!

Redação
Redaçãohttps://www.instagram.com/folhadoestadosc/
Portal do notícias Folha do Estado especializado em jornalismo investigativo e de denúncias, há 20 anos, ajudando a escrever a história dos catarinenses.
- Advertisement -
Must Read
- Advertisement -
Related News