TODOS NO PORTAL FOLHA DO ESTADO AMANHECERAM “PRETOS” NESTA SEGUNDA-FEIRA

- Advertisement -

Vinicius Junior se tornou o assunto mais comentado no Twitter em todo o mundo depois de ter sido, mais uma vez, vítima de racismo durante uma partida da La Liga.

É o que afirma o site “Trends24”, que mapeia os assuntos discutidos na rede social de hora em hora. O jogador deixou em aberto, pela primeira vez, a possibilidade de deixar o Real Madrid.

Em uma rede social, o brasileiro falou sobre a reincidência de episódios preconceituosos, a conivência da liga, federação espanhola e adversários, e apontou a Espanha com “país de racistas”. O caso foi durante a partida contra o Valencia, no estádio Mestalla, neste domingo.

Entenda o caso

Embora durante todo o jogo gritos de “mono” (na tradução livre significa “macaco” em espanhol) pudessem ser ouvidos — o árbitro, inclusive, chegou a avisar a sua equipe num primeiro momento —, o caso maior começou aos 24 minutos. Vini Jr. fazia jogada individual pelo canto esquerdo, quando um jogador do Valencia chutou uma segunda bola que estava em campo no lance para atrapalhar o atacante brasileiro.

Indignado com o antijogo, Vini Jr. foi reclamar do lance com a arbitragem. Com isso, parte da torcida do Valencia que estava atrás do gol mais próximo da jogada voltou a xingar o brasileiro com gritos racistas. Foi quando Vini chamou Bengoetxea para denunciar um dos torcedores. fonte o Globo.

O presidente Lula, fez uma manifestação pública durante o evento G7, contrária a selvageria contra o jogador Vini, lamentou a covardia, criticou a ausência de política da FIFA e cobrou a confederação de futebol europeia, requereu um posicionamento das autoridades promotora do esporte no mundo.

Nação de selvagens: 

 

Ao presenciarmos numa partida de futebol em um estádio, numa nação que se alto intitula civilizada, cenas de preconceito racial em pleno século XXI, logo pensamos no Cristo na cruz: o povo “espanhol”, mais uma vez se revelam uma uma “gentinha” medíocre, miseráveis e de uma pobre espiritualmente sem igual, desprovidos de amor e selvagens de natureza.

As imagens do preconceito racial revelam o grau de intolerância e ao ódio dos espanhóis a humanidade negra. Só não repudia e não pune quem é igual quanto, curta comente e compartilhe!

AÇÕES CONTRA A SELVAGERIA ESPALHOLA:

O governo brasileiro vai notificar a LaLiga (federação reguladora do futebol espanhol) e as autoridades espanholas devido aos atos racistas contra Vinícius Júnior, na Espanha. O Ministério da Igualdade Racial repudiou o ocorrido e prestou apoio ao jogador. A pasta, liderada por Anielle Franco, afirmou que “não tolerará racismo nem aqui nem em qualquer outro país”.

José Santana

Redação
Redaçãohttps://www.instagram.com/folhadoestadosc/
Portal do notícias Folha do Estado especializado em jornalismo investigativo e de denúncias, há 20 anos, ajudando a escrever a história dos catarinenses.
- Advertisement -
Must Read
- Advertisement -
Related News